Internet, a grande vilã?

dezembro 6, 2008

Discuta este post no Fórum Omega Geek

Ao falar de música e Internet, é impossível não tocar no assunto pirataria. Muito já foi discutido e feito em relação aos downloads ilegais. De um lado estão as gravadoras e algumas grandes bandas como o KISS, que consideram os usuários que baixam conteúdo de forma ilegal como criminosos da pior espécie. Do outro, os usuários que se defendem das mais diversas formas, seja argumentando que assim economizam muito dinheiro, ou que simplesmente só baixam aquilo que é inacessível, e assim que surgir a oportunidade, irão adquirir legalmente o produto.

PiratariaNão vou me estender muito sobre a questão das gravadoras. É fato de que os downloads ilegais causam muito prejuízo e estão diminuindo os postos de trabalhos pra quem faz parte da área. Como também é fato de que o preço dos produtos é exagerado se comparado a seu preço de produção, e que quem realmente lucra com a venda de CDs e DVDs é a gravadora, a não ser que se trate de um artista de peso, como Madonna ou U2, casos em que o número absurdo de venda de cada um de seus lançamentos já garante um lucro razoável. Continue lendo »


Quebrada a proteção dos discos Blu-Ray (PS3 agora terá PIRATÃO?)

abril 24, 2008

O que rodava na net há algum tempo sem certeza de ser verdade ou pegadinha do malandro agora torna-se oficialmente realidade: a SlySoft, fabricante de software de cópia e edição de DVDs anunciou que a proteção BD+ dos Blu-Ray foi quebrada. Isso significa que filmes lançados em DVD (e, por que não, games de PS3 que usam a mídia Blu-Ray) poderão ser “rippados” e utilizados em outras mídias ou sistemas.

Delicadamente debochando da previsão do fabricante de que seriam necessários pelo menos 10 anos para se quebrar essa proteção, a SlySoft afirma que poderia tê-la quebrado antes, mas esperou a decisão do confronto de mercado entre as mídias HD-DVD e Blu-Ray, recentemente terminada com a vitória do Blu-Ray sobre a primeira, como uma estratégia de mercado.

Vamos ao que interessa: quanto tempo será que leva para o “Black Market” desenvolver um mod chip pertinente para o PS3, distribuir cópias piratas de jogos de PS3 e acabar com todas as chances de lançamento oficial do PS3 no Brasil? Do jeito que o negócio dá dinheiro, é organizado e a fiscalização é antiquada eu não dou 6 meses pros nossos compatriotas espertalhões estarem jogando seu “Winning Eleven 2008 piratão” no PS3 “moddado”. E aí mais uma vez os originais continuarão caros e o jeitinho brasileiro vai reinar no nosso país.