Neil Gaiman – Coisas Frágeis

abril 21, 2009

Discuta este post no Forum Omega Geek

banner_literatura

coisas-01Apesar de ter adquirido fama mundial com seu trabalho na série em quadrinhos Sandman, nos últimos anos Neil Gaiman mudou seu foco para a área da literatura, tendo publicado romances como Deuses Americanos e Os Filhos de Anansi, atualmente trabalhando em um livro de não-ficção sobre suas viagens pela China. Publicado em 2008 pela Conrad, Coisas Frágeis reúne 9 contos do autor, nos quais Gaiman explora diversos gêneros narrativos, mostrando o porquê de ser considerado como um dos melhores escritores de sua geração.

Os destaques da coletânea ficam para Um Estudo Esmeralda, que mistura o universo estritamente racional de Sherlock Holmes com o de H.P. Lovercraft, povoado de seres irracionais e mistérios indecifráveis. É impressionante como Gaiman consegue conciliar universos tão contraditórios, e como sua narrativa se assemelha à de Sir Arthur Conan Doyle. Para quem já leu algum volume de Sherlock Holmes, as referências e personagens utilizados serão imediatamente reconhecíveis.

Continue lendo »


Mirror’s Edge: Le parkour em clima de Admirável mundo novo

outubro 9, 2008

Discuta esse artigo no Fórum Omega Geek

A Dice, desenvolvedora da famosa série Battlefield, apresentou melhor ao mundo na recente edição da E3, nos Estados Unidos, o que claramente pretende ser uma revolução no modo de encarar os jogos em primeira pessoa: Mirror’s Edge, que chega para PC, PS3 e Xbox 360, com produção da EA, agora em Novembro, na plataforma Unreal Engine 3, que garante qualidade visual.

Apesar da premissa oferecida pelo jogo, que é ação em primeira pessoa não focada em armas de fogo, não ser totalmente inovadora ( já que outros títulos de peso como Elder Scrools IV: Oblivion e Breakdown oferecerem uma jogabilidade em primeira pessoa não completamente apoiada em armas de fogo, que incapacitam a definição FPS [First Person Shooting]) a Dice recentemente revelou informações que levam a crer que o jogo pode sim se tornar um clássico instantâneo em um momento que jogos originais estão fazendo falta. Entenda a seguir. Continue lendo »