PSP2 – Entre rumores e quase-verdades

março 5, 2009

Discuta esse artigo no Fórum Omega Geek

games

psp2_logo

Estão rolando principalmente no Kotaku discussões e especulações sobre a possibilidade de lançamento do “PSP2” (nome fantasia), uma vez que a maior parte dos outros veículos norteamericanos ainda não estão dando a cara a bater e confirmando o lançamento do “substituto” do PSP, uma vez que a própria Sony nega veementemente todo rumor que surge em torno de uma continuação do portátil, ainda que supostas “fortes fontes” afirmem o contrário a alguns veículos.

Convenhamos também que, pra Sony, não é nada interessante confirmar o desenvolvimento de um novo portátil e com essa informação ver as vendas de seu PSP cair por água abaixo. Por isso, gamers esperançosos e sagazes como nós podemos já pensar nos Handhelds da próxima geração e especificamente no substituto do PSP, independente do que a espertinha Sony diga.

Continue lendo »


G1, o primeiro celular com o Google Android

setembro 24, 2008

Discuta essa postagem no Fórum Omega Geek.

Em 5 de novembro de 2007, depois de muito tempo de especulação, o Google finalmente fez o anúncio oficial do seu sistema operacional para plataformas móveis. Batizado de Android (mesmo nome de uma empresa desenvolvedora de softwares para plataformas móveis, comprada em 2005 pelo Google), o sistema baseado em Linux permitiria aos desenvolvedores a criação de apps em Java. Desde então, o mercado aguardava um celular com o Android como sistema operacional. Esse celular foi lançado ontem, pela HTC, com o nome de G1.

À primeira vista, o G1 é um celular bonito, mas ainda falta muito para competir com o iPhone no quesito design. Contando com um teclado QWERTY e uma tela touchscreen (sem a tecnologia multi-touch), a HTC tenta agradar a gregos e troianos. Além disso, o aparelho possui uma trackball que facilita a navegação daqueles que preferem usar o teclado. O aparelho conta também com uma câmera de 3.0 megapixels, que por enquanto não faz vídeos. Apesar disso tudo, o G1 cabe tranqüilamente numa mão, mesmo aberto. Continue lendo »