Porky’s: A Casa do Amor e do Riso

outubro 27, 2008

Discuta esse post no Fórum Omega Geek.

Qual garoto, no auge dos seus 16 ou 17 anos, não tinha os hormônios em ebulição? Qual nunca passou por situações constrangedoras por isso? E qual nunca pensou em ir num puteiro pra perder a tão indesejada virgindade? Pois esse é justamente o plot de Porky’s (Porky’s, 1982), um filme que é justamente sobre isso: garotos tentando perder a virgindade. E isso rende cenas altamente constrangedoras e, conseqüentemente, engraçadas.


Continue lendo »


A Bula do Amor – Parte 2

setembro 21, 2008

Discuta esta postagem no Fórum Omega Geek

Ai…É O AMOOOOOOOOOOR! (Zezé de Camago & Luciano)

Esse amor, místico, inexplicável, às vezes espiritual, outras apenas físico, mas com uma força capaz de mudar nossos rumos. A idéia não é discutir a magia do amor, mas abordar o amor do ponto de vista bioquímico: os compostos químicos que atuam sobre o nosso corpo e nos transmitem todas as sensações e comportamentos que associamos a esse sentimento.

Semana passada entregamos os “culpados” por nossas “paixonites” e traduzimos quimicamente uns dos sonetos mais famosos de Camões. Descobrimos que o amor não passa de uma série de reações químicas que atuam diretamente no nosso cérebro (confiança, crença, prazer). Se você não leu a primeira parte desse artigo, trate de conferir aqui. E como prometido, seguiremos com a segunda parte da nossa Bula do Amor! Continue lendo »


A Bula do Amor – Parte 1

setembro 14, 2008

Pra variar você está na biblioteca estudando, ou na lan house checando o fórum OMG, indo pra faculdade, no ônibus… mas de repente seus olhos se encontram… Você disfarça, olha de novo… Sente aquele arrepio, fica vermelho, o coração acelera, as mãos ficam suadas e acaba se entregando.

No primeiro encontro, antes do beijo, a boca fica seca, você fica confuso, não sabe o que dizer, as pernas ficam meio bambas, a respiração difícil e esquece todos os compromissos da agenda. O mundo fica em silêncio enquanto espera aquele telefonema, aquele perfume surge no ar quando a gente menos espera… Quem aqui nunca sentiu algo parecido?

Ah….. A Química é linda!

“Hã??!… A química?!”

É isso aí! A Química! A Química do amor! Todas essas sensações, angústias e prazeres, não passam de algumas reações químicas no nosso corpo. A ciência consegue transformar aquele amor, aquele sentimento inexplicável, aquele fogo que arde e não se vê, aquela ferida que dói e não se sente… em números, equações químicas e estatísticas! Mas fica tranquilo, ainda assim, o amor é lindo! (L)

Continue lendo »