Preacher

fevereiro 28, 2009

Dicuta esse artigo no Fórum Omega Geek.

banner_quadrinhos11

Preacher HC

O que se passa na mente de Garth Ennis? Essa é uma pergunta que sempre me faço quando me deparo com um novo trabalho do escritor. Após ler Punisher Max, The Boys (que, aliás, também tem um artigo no blog – aqui) e Preacher, chego à conclusão – ou melhor, à impressão – que seu pai era um religioso fanático que o abusava vestido como o Super-Homem; talvez só assim para explicar o asco que o irlandês parece nutrir por determinados tópicos, como o mito dos super-heróis (desconstruído violentamente em The Boys) e o cristianismo (caso deste Preacher), adornados por um sagaz humor-negro e ironia.

Em Preacher, acompanhamos a jornada do reverendo Jesse Custer, sua namorada Tulipa O’Hare e seu amigo Cassidy em busca de Deus. Mas não se trata de uma jornada espiritual. Eles estão literalmente à caça do Todo Poderoso, que fugiu do Paraíso devido ao nascimento de Gênesis – um híbrido de anjo/demônio cujo poder rivaliza com o do próprio Criador – que reside dentro de Jesse.

jesse-pa

No primeiro arco de histórias, Gone to Texas, somos introduzidos aos personagens e às suas respectivas histórias: Jesse é um reverendo numa cidade interiorana que eventualmente explode devido à hipocrisia das pessoas, que usam a religião apenas como mera desculpa para tirar pesos da consciência; Tulipa surge em cena alvejando o que parecem ser executivos numa limusine, mas o atentado não ocorre como o esperado e ela logo se vê caçada pelos mesmos. Enquanto corre pela vida, depara-se com Cassidy na sua caminhonete, tenta roubar-lhe o veículo, mas ele não se sente intimidado; ao invés disso, ele lhe dá uma carona.

Concomitantemente a esses ventos mundanos, acompanhamos o desespero passado pelos Adephi – os anjos que sentam à esquerda do trono de Deus – perante a fuga de Gênesis, um híbrido resultante do cruzamento entre um Serafim (arcanjos que sentam à direita do trono de Deus) e um demônio. O ser, de tão poderoso, foi posto em isolamento e sob os cuidados dos Adephi. Posteriormente, ansiando por uma consciência plenamente desenvolvida com a qual mergir e, portanto, evoluir/amadurecer, consegue escapar, indo ao encontro do Reverendo Custer durante um dos seus sermões. Continue lendo »

Anúncios

The Boys

janeiro 9, 2009

Comente este post no Fórum Omega Geek.

banner_quadrinhos11

Super-heróis. Defensores dos fracos e oprimidos. Salvaguardas da Justiça. Projeções do melhor que a Humanidade tem a oferecer. Honrados e justos. É assim como a maioria das pessoas enxergam os super-heróis. Mas não Garth Ennis. Ele repudia o conceito de super-heróis e expõe seu asco por eles sempre que possível (vide suas últimas histórias para o Justiceiro do selo Knight). E The Boys trata justamente disso. A HQ retrata os super-heróis sob o ponto-de-vista (nada favorável) do Ennis, valendo-se de bastante ironia e humor negro.

Em The Boys somos apresentados a um mundo paralelo, contemporâneo ao nosso, mas com uma pequena diferença: super-heróis. Eles existem e atuam ao seu bel-prazer, pois governo algum tem culhões para enfrentá-los. Para o público, eles refletem os ideais que já estamos habituados, mas, por detrás de todo o marketing, eles se mostram mesquinhos, arrogantes, prepotentes, violentos e hipócritas. São pessoas outrora ordinárias que devido aos poderes e influência obtidos têm seus egos inflados e os piores defeitos maximizados. Continue lendo »


Loucura, loucura, loucura

setembro 12, 2008


Algumas das obras mais interessantes já publicadas em quadrinhos são aquelas que subvertem determinados roteiros já conhecidos pelo público, ou colocam personagens conhecidos em situações inusitadas. Asilo Arkham é uma destas obras. O questionamento que apresenta é, justamente, o quanto um herói pode manter sua sanidade em meio a loucura absoluta?

Nosso herói neste caso é o Batman e o vilão da história é justamente o lado psicológico da obra. Mais do que confrontar o cavaleiro das trevas com vilões já conhecidos, em Asilo Arkham Batman é confrontado com seus próprios medos, fúria e com a loucura. Continue lendo »


San Diego Comic Con

julho 27, 2008

1 Nerd: Um blogueiro fracassado;
2 Nerds: Um duelo de sabre de luz;
3 Nerds: Um campeonato de Winning Eleven;
4 Nerds: Um grupo de RPG;

Mais de 130.000 nerds reunidos num evento de 4 dias, cheio de malucos fantasiados, pessoas famosas(entre os nerds, claro), stands de todas as editoras de quadrinhos, stands de games, palestras com produtores, etc: A SAN DIEGO COMIC-CON!

Bom, pra quem não sabe a San Diego Comic Con é um megaevento anual sediado em San Diego (O RLY?), dedicado principalmente à fãs de quadrinhos, games, filmes de ficção, nerds, geeks e seres estranhos em geral. Já em seu 38º ano consecutivo, o evento que começou como uma simples mostra de quadrinhos, ficção/fantasia e filmes/televisão, reunindo 300 pessoas, hoje é o maior evento do gênero no mundo todo, reunindo mais de 125.000 pessoas em 2007, e com previsão de mais de 130.000 em 2008. Começou na quinta, 24 de julho, e vai até domingo, dia 27.

Tá, mas e o que tem de relevante nesse evento?

Continue lendo »


Superman e Homem-Aranha falando de cinema

abril 27, 2008

Videozinhos de temática altamente nerd.

Superman e Homem-Aranha discutem sobre os filmes de suas editoras, e sobre os rumos que os próprios filmes tomaram.

(Explicando rapidinho: O Homem-Aranha, assim como X-men, Homem de Ferro, Hulk, Quarteto Fantástico, Demolidor e Vingadores são publicados pela Marvel Comics. Já o Superman, assim como o Bátima, a Mulher-Maravilha, o Flash, o Lanterna Verde, e toda a Liga da Justiça são personagens da DC Comics.)

#1

#2

#3

Esses vídeos são uma paródia de uma série de comerciais da Apple, que zuavam os PC’s. Mais ou menos como o Aranha(e portanto, a Marvel), zoam a DC, e geraram uma série de outros vídeos no mesmo estilo.