Pouca Vogal – Ao Vivo em Porto Alegre

banner_musica

A menor banda do rock gaúcho – esta é a forma com que se apresenta o Pouca Vogal, parceria entre Humberto Gessinger e Duca Leindecker. O número de integrantes reduzido não significa exatamente uma simplicidade sonora, visto que ambos costumam se alternar entre dois os mais instrumentos durante a realização de uma mesma canção.

Gessinger tem uma longa carreira à frente do Engenheiros do Hawaii, responsável por hits como “Terra de Gigantes”, “Infinita Highway” e “O Papa é Pop”. Já Leindecker é o líder do Cidadão Quem, banda que não chegou a explodir no cenário nacional assim com o Engenheiros, mas que possui uma fama considerável no sul do país.

O Pouca Vogal teve como origem a vontade de ambos explorarem novos caminhos musicais, o que não seria possível dentro da proposta das bandas de origem. O primeiro passo aconteceu em 2004, durante a gravação de um disco ao vivo do Cidadão Quem, no qual Gessinger fez uma participação especial.

Durante a produção do disco 7, Leindecker pediu que o líder dos Engenheiros escrevesse a letra de uma música para o álbum, que resultou na faixa “A Força do Silêncio”. A parceria definitiva veio em 2008, quando ambos anunciaram que seus respectivos grupos entravam em um hiato de duração indefinida.

O resultado foram oito canções inéditas sob o nome Pouca Vogal, liberadas de forma totalmente gratuita no site oficial do grupo. A proposta era fazer algo fora do sistema comercial, sem utilizar do nome dos Engenheiros ou do Cidadão Quem como forma de promoção.

Ao Vivo em Porto Alegre

O resultado do trabalho feito pela dupla até o momento pode ser conferido no CD e DVD Ao Vivo em Porto Alegre, montado com imagens captadas em quatro shows realizados no Teatro CIEE em Porto Alegre entre os dias 11 e 13 de março de 2009. O produto final reúne as composições recentes de Gessinger e Leindecker, além de versões novas para os grupos antigos dos quais participavam.

O destaque do show vai tanto para a direção, que conseguiu captar com grande habilidade os ângulos de câmera que melhor traduzem a experiência, quanto para a habilidade demonstrada pelos dois músicos. Fora a participação especial de alguns convidados em certas faixas, todas as outras são tocadas de maneira habilidosa somente pelos dois membros do Pouca Vogal.

Quem esperava que a falta de integrantes pudesse prejudicar o resultado final, vai ficar impressionado com a riqueza sonora produzida pela dupla. Enquanto Duca é responsável pra guitarra elétrica e ritmos de bateria, Gessinger altera de forma competente entre o violão, viola caipira e o piano, sem contar com o teclado MIDI que controla com os pés.

As participações especiais ficam por conta da presença de Luciano Leindecker e do PoA Pops, que enriquecem ainda mais as composições da banda adicionando linhas de baixo e orquestrações. O que pode decepcionar um pouco é que somente 3 das 20 faixas do DVD contam com os convidados, que poderiam ter sido melhor aproveitados.

Nos quesitos técnicos, o DVD peca pela falta de opções extras, como a possibilidade de visualizar a letras das músicas na tela ou algum material especial que servisse como incentivo para a compra. O making off do show é interessante, mas tem duração curta, e a galeria de imagens decepciona pela falta de conteúdo.

Para os fãs do Engenheiros e do Cidadão Quem, Ao Vivo em Porto Alegre é um lançamento obrigatório, que mostra como a passagem do tempo só serviu para aprimorar as habilidades artísticas tanto de Leindecker quanto de Gessinger. É claro, a experiência de testemunhar uma apresentação ao vivo é inigualável, mas as imagens captadas no disco servem como um belo aperitivo para quem procura uma alternativa aos grupos de “rock” que dominam o cenário da mídia atualmente.

Uma resposta para Pouca Vogal – Ao Vivo em Porto Alegre

  1. taizze disse:

    O BN voltou? Ou foi só um post aleatório???

    Adoro Cidadãos e Engenheiros, e quem passou a adolescência sem dormir direito pra ficar ouvindo o Pijama Show com certeza deve gostar também.

    Não cheguei a ouvir muito do trabalho do Pouca Vogal, mas gostei do pouco que vi. E pelo histórico dos dois, só poderia sair coisa boa mesmo. =D

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: