Somewhere Back In Time Tour 2009 – Interlagos/SP – 15/03/2009

Comente este artigo no Fórum Omega Geek.

banner_musicaIron Maiden

Escrever comentários sobre um show do Iron Maiden é uma tarefa ingrata, ainda mais se tratando de uma turnê como a atual. Isso porque falar sobre shows da banda, amada e odiada quase na mesma proporção, tornou-se uma tarefa ingrata devido à repetição de expressões e clichês que se é forçado a usar.

Mas antes de falar sobre este show histórico, realizado em Interlagos no último domingo, dia 15 de Março, é necessário comentar sobre a falta de preparação demonstrada pela organização do evento. Só havia um único portão de acesso, o que obrigou mais de sessenta mil pessoas, que pagaram um bom preço pelo seu ingresso, a enfrentar uma fila quilométrica, que se estendia ainda por mais de 2km às 20h, horário marcado para a apresentação da banda.

iron-08

A camiseta citada

Eram comum ouvir reclamações de fãs indignados ao serem informados de que a banda de abertura já estava no palco e a perspectiva de entrar em Interlagos ainda era algo distante. Uma piada comum na fila era relacionada a uma camiseta promocional da turnê, onde se lia atrás “Eu Fui”. Comentários como “Eu fui… e não vi nada” ou “Eu fui… e não entrei” surgiam a cada instante entre os fãs que aguardavam pacientemente sua entrada.

Felizmente, o empresário Rod Smallwood e a banda, conscientes desse problema, decidiram atrasar a apresentação em uma hora, possibilitando que um número maior de fãs assistisse à apresentação. Depois de finalmente entrar em Interlagos e enfrentar um corredor estreito que levava ao local do show, mais uma surpresa desagradável.

A chuva que caiu na cidade durante a tarde havia transformado o gramado do local em um verdadeiro mar de lama, em alguns lugares alcançando a altura do joelho. O cenário todo parecia uma reunião de fãs de Iron Maiden num manguesal. E, novamente, os fãs, bem humorados apesar de tudo, faziam piada: “Eu fui… e enfiei o pé na lama”, ou, então, “Eu fui… e não peguei nenhum caranguejo”.

Poucos minutos após as 21h horas começou a soar nos PA’s “Doctor, Doctor”, do UFO, deixa para o início do show. Na sequência, os telões (danificados devido à chuva) começaram a exibir os melhores momentos da tour, ao som da clássica Transylvania. Em seguida, a clássica introdução com Churchill Speech, que anunciou a entrada da banda no palco.

O que se seguiu foi um show fenomenal, que vai ficar para sempre na memória dos presentes. Impressiona como, após 30 anos de estrada, os integrantes do Iron Maiden ainda apresentam tanta energia e vontade de tocar no palco. Os três guitarristas, Adrian Smith, Dave Murray e Janick Gers demonstraram a excelente técnica de sempre, movimentando-se de forma perfeita pelo palco e alternando entre si os solos de cada composição. Nicko MacBrain, apesar de escondido pelo seu enorme set de bateria, mandou muito bem durante todo o show, tendo seu nome gritado durante vários momentos do mesmo.

"Scream for me, Brazil"

"Scream for me, Brazil"

Bruce Dickinson apresentava a mesma energia de sempre, correndo, pulando e cantando de maneira que muitos, com menos idade, não conseguiriam imitar. Também demonstrou que possui carisma e experiência o suficiente para ter o público em suas mãos durante todo o espetáculo. Seja pedindo para todos do local gritarem (“Scream for me, São Paulo”), seja para que todos dessem dois passos para trás, afim de não esmagar quem estava na grade, Dickinson era prontamente atendido.

A postura de Steve Harris, baixista e fundador da banda, é exemplo do porquê o Maiden inspira tanta paixão entre seus fãs. O cara se movimenta, pula e corre tanto quanto Dickinson, sem tirar em nenhum momento o sorriso do rosto. Dá pra ver que Harris realmente gosta daquilo que faz, e que não perdeu o tesão de se apresentar ao vivo. Vale mencionar que também dava pra notar que ele acompanhava cantando todas as músicas do set.

O setlist da turnê, embora não indefectível, é o melhor que o Iron Maiden apresentou em muitos anos, sendo composto somente de clássicos dos anos 80, época de seu auge criativo e produtivo (com a excessão de Fear of the Dark, bem-vinda adição do álbum homônimo). Pouco foi alterado em relação à turnê que passou por terras brasileiras no ano passado, com a exclusão das músicas Revelations, Heaven Can Wait, Can I Play With Madness, The Clairvoyant e Moonchild, para a entrada de Wratchild, Children of the Damned, Phantom of the Opera, The Evil That Man Do e Sanctuary.

Após uma apresentação quase perfeita, que entrou para a história da banda como a de maior público de um show individual, sem contar apresentações em festivais, mais problemas de organização. Se uma entrada já provocou dor de cabeça nos fãs que formavam uma fila ao entrar, na saída a situação foi ainda pior, já que aparentemente todos os mais de 60 mil presentes decidiram ir embora ao mesmo tempo. Isso fez com que o trajeto até a saída, que não levaria nem 10 minutos normalmente, tomasse mais de uma hora.

Um biscoito pra quem conseguir ver algum membro da banda

Um biscoito pra quem conseguir ver algum membro da banda

Mas todos esses problemas não tiraram a sensação de satisfação que ficou nos que estiveram presentes nessa noite histórica. Podem falar que o Iron Maiden é repetitivo, que seus integrantes já estão velhos e que as músicas novas não têm o mesmo brilho das composições de 20 anos atrás. Mas que a banda sabe como fazer shows memoráveis, e ainda está para surgir quem faça melhor, isso é fato.

Set-list

Churchill’s Speech
Aces High
Wrathchild
2 Minutes to Midnight
Children of the Damned
Phantom of the Opera
The Trooper
Wasted Year
Rime of the Ancient Mariner
Powerslave
Run to the Hills
Fear of the Dark
Iron Maiden
(Bis)
The Number of the Beast
The Evil That Men Do
Sanctuary

2 respostas para Somewhere Back In Time Tour 2009 – Interlagos/SP – 15/03/2009

  1. hellen donzela de ferrro disse:

    pra td mundo da invasão do melhor show do mundo …

    tds causamoa nakele morro

    e foi o melhor dia da minha vida ..

    foda

    . chuva
    . um dia na fila
    . outra chuva
    . barro
    . pés de barro
    . maisden atrasadu
    . frio
    . e finalmente o
    Iron entrou no pauco…fazndo com oq td o sofrimente que agente passou sumisse..

    eu já não sentia meu corpo …

    mais é Maiden néh caralho

    lembranças do melhor dia da minha vida

  2. victor disse:

    maideeeeeeeeeeen a melhor banda do mundoooooooooo!melhor dia da minha vida ao ver meus idolos em um palco na minha frente,avante maiden!!!!!!!!!!.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: