Série Outlander

Discuta este post no Fórum Omega Geek

Se você soubesse o que vai acontecer, tentaria mudar o futuro? É esta pergunta que Claire Randall se faz quando se vê 200 anos no passado, encarando de frente uma revolução que, ela sabe, dizimará os clãs escoceses.

Mas eu estou me adiantando.

Esta série incrível, escrita pela americana Diana Gabaldon, já se encontra no seu sexto livro – lá fora. Aqui no Brasil, a Editora Rocco (mesma da série Harry Potter) publicou ano passado o quarto volume da série. E a palavra VOLUME não foi escolhida ao acaso: cada livro da série tem mais de 700 páginas… São tantas páginas por livro, que a partir do terceiro, eles são lançados em duas partes, cada uma com suas 500 páginas.

Então antes de falar mais da série, estejam avisados. Tem que gostar demais de ler, para não se cansar das constantes reviravoltas de tirar o sono, e não desistir no meio.

Agora sim: a série.

Começamos em 1945: a Segunda Guerra Mundial acabou e Claire Randall está com seu marido, Frank, na cidade escocesa de Inverness, atrás de registros históricos da família de Frank. Com um marido historiador, não é difícil de entender porque o casal é atraído ao pequeno círculo de pedras perto da cidade para ver um ritual pagão.

Quando Claire volta mais tarde, interessada em uma flor que vira no círculo, ela ouve um barulho infernal, desmaia, e acorda no meio de uma escaramuça. Inicialmente, acha que está no meio de um set de filmagens. Mas como o Mindu ou o Pips poderiam lhe dizer, caso estivessem presentes, não se tratava da produção de um filme; mas da coisa de verdade… Soldados ingleses estavam mesmo lutando com escoceses.

Depois de quase ser estuprada, raptada e levada para o QG de um dos clãs, Claire descobre que está no ano de 1743, duzentos anos antes de seu tempo, e duzentos anos antes de Frank.

O primeiro volume da série concentra a tentativa de Claire de voltar ao seu tempo. E também narra o que a fez ter que se casar com Jamie Fraser. No segundo livro, com Jamie, eles tentam impedir o levante que destruirá os clãs. No terceiro, é narrado como o casal atravessou o oceano, para o Caribe, enquanto o quarto mostra os dois instalados na Carolina do Norte.

Série Outlander

Você não está vendo em dobro: eu avisei que os últimos 2 livros tinham duas partes...

Agora aquela parte de opinião pessoal que vai fazer quem ler isso aqui ter vontade de descobrir meu endereço e me matar, embora eu peça que não o façam: o Estranho não ia gostar de voltar a escrever este pilar sozinho. A Diana só perde pro Bernard Cornwell no meu favoritômetro. Tirando as crônicas do Sharpe, são estes os livros que eu não consigo deixar de esperar.

Porque? Simples. É uma aventura, tem romance, tem tudo que um livro tem que ter. Mas não cansa. Sempre que o livro pensa em talvez começar a ficar chato, porque tudo corre bem, alguma coisa acontece. Chega a dar raiva de ver tudo que estava lindo e maravilhoso ruir em 2 páginas ou menos. Mas taí: isso faz a série ser simplesmente perfeita. Bom, isso e o fato de o Jamie ser simplesmente perfeito (meninas, não me matem, mas entre o Jamie e o Edward, sou mais o Jamie).

Concluindo: se o preço um tanto salgado dos livros, e o tamanho deles não assustar muito, leiam esta série, e voltem 250 anos no tempo.

Anúncios

7 Responses to Série Outlander

  1. Dea Vianna disse:

    conheci a séria faz uns três anos. foi tão forte que, desde então, já estive na Escócia duas vezes, visitando os locais do livro. ano passado conheci a Diana pessoalmente, com direito a fotinhas e autógrafos! ela já lançou o sétimo livro, “An Echo In The Bone”. vale a pena conhecer também um “spin-off” da série, as aventuras de Lord John Grey. concordo, Jamie é maravilhoso, só faltava existir 🙂

  2. Ana Paula disse:

    Ola Dea, ja que voce conhece bem a serie, talvez vc possa me dar uma ajudinha. Os livros ” o resgate no mar” e os tambores de outono” são vendidos em 1º e 2º parte. Mas é possivel encontrar em volume unico?
    anna_moreiras@hotmail.com

  3. daniela disse:

    por favor , sabe alguma coisa sobre o filme

  4. […] leu a série Outlander de Diana Gabaldon com certeza reconhece o nome Lord John Grey quando o ouve. Ele é uma das personagens secundárias […]

  5. […] que já li e que ainda não falei aqui, acho mais difícil! Afinal, já falei de Diana Gabaldon (aqui e aqui), Bernard Cornwell (aqui e aqui), Conn Iggulden (aqui), Philippa Gregory (aqui e […]

  6. […] queria demais comprar/ler a HQ que saiu da série Outlander da Diana Gabaldon (leia sobre a série aqui). Bom, o lançamento do sexto livro da série no Brasil (Um Sopro de Neve e Cinzas), imagino, fez […]

  7. […] sobre as séries do Cornwell e Outlander no BNBlog, uns dois anos atrás (aka. está meio desatualizado, mas ainda vale a divulgação). […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: