Foi Apenas um Sonho

Discuta esse post no Fórum Omega Geek.

banner_cinema1

sonho

Frank (Leonardo DiCaprio) e April (Kate Winslet) se conheceram em uma festa, trocaram olhares e conversaram, logo mais estavam casados. April sempre quis ser atriz, enquanto Frank não sabia bem o que queria. Os dois parecem se dar bem, entretanto as aparências enganam (como em toda história ao retratar uma família típica e sem defeitos). Como se explorando o cotidiano de um homem trabalhador e uma mulher dona-de-casa, os defeitos começam a surgir aos poucos, a ausência de amor parece o estopim para iminentes brigas e a rotina claustrofóbica faz com que o casal imploda.

É  lembrando dos primeiros momentos juntos que April resolve lançar uma ideia de liberdade (utópica) para Frank. Alegando que o marido sempre quis voltar para Paris, ela propõe uma fuga da rotina para um país completamente novo. Com essa novidade, o cotidiano, antes sufocante, torna-se um parque de diversões para o casal: alegres, despojados, sexualmente felizes e invejados.

apenasumsonho

Nesse momento vemos como os outros personagens se chocam com a notícia e, apesar de serem contrários aos ideais dos Wheelers, choram desesperados por um anseio de liberdade (bem observado quando a vizinha do casal cai aos prantos, e em negação, falando sobre o absurdo de deixar tudo pra trás).

Graças aos personagens o filme não se perde no melodrama, no clímax vemos April notadamente mais distante, mais aquém dos distúrbios que ocorrem ao seu redor e das explosões de Frank. Inclusive, o clímax torna-se a parte mais forte do filme, pois não podemos prever se haverá mais ataques e brigas entre os casais ou se eles encontrarão uma nova maneira para fugir do mundo real que tanto os oprime.

Todavia, não devemos nos surpreender do casal principal ser o mais humano que podemos alcançar na película. John Givings, um insano matemático que acabou de sair de um hospital psiquiátrico, mostra o quanto o casal o satisfaz, a partir do momento em que abraçam o sonho de irem embora da hipócrita vida suburbana, e como o irritam por voltarem atrás. Assim, o matemático secamente aponta o deterioramento de um casamento que não deveria existir mais.

revolutionary-road

O que falha no filme é a impaciência do diretor em manter a câmera parada para contemplar as brigas como um verdadeiro vouyer. E se bem me lembro, a trilha usada para esse filme remeteu a Beleza Americana (filme onde Sam Mendes se apresentou ao mundo).

Em certos momentos, o filme realmente se pretende ao cotidiano, depois a uma aventura, depois sobre a degradação (já existente, mas agora em frangalhos devido à exposição cada vez mais evidente da covardia de cada um) e por onde mais os sonhos andariam, se não por essas três partes, a diferença é alcançá-los ou não.

Uma resposta para Foi Apenas um Sonho

  1. regentus disse:

    Pretendo ler o livro primeiro. Dizem ser melhor.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: