O Último Dragão

Discuta esse post no Fórum Omega Geek.banner_cinema1

Se você tem mais de 20 anos, com certeza deve ter assistido a esse clássico dos anos 80, ainda que não se lembre. Aliás, me surpreende o fato de algumas pessoas não se lembrarem de um herói negro chamado Bruce Leroy, que luta Kung Fu, está em busca da lendária “Aura” para enfim se tornar “O Mestre” e não sabe lidar com garotas? Ou então de um vilão chamado Sho’Nuff, que se auto denomina “O Xógum do Harlem”, se veste com um quimono vermelho sangue, tem um cabelo parecido com o do Bozo, tem um séquito de seguidores que parece ter saído de algum futuro punk-pós-apocalíptico, quebra qualquer um que cruze seu caminho e tem como único objetivo de vida derrotar Bruce Leroy? E tudo isso ao som do melhor da Motown na época.

leroy shonuff

Produzido pela Motown Movies e dirigido por Michael Schultz, O Último Dragão (The Last Dragon, 1985) apresenta a história de Bruce Leroy (o “lutador e modelo”, Taimak), um rapaz que sempre teve como único objetivo de vida praticar seu Kung Fu até a exaustão, sempre seguindo os ideais de Bruce Lee. Até que um dia, seu mestre lhe diz que não tem mais nada a lhe ensinar, e que agora ele deve trilhar sozinho seu caminho em busca da “Aura”, para assim se tornar “O Mestre”. Porém, em seu caminho está Sho’Nuff (o recentemente falecido Julius Carry), o auto-denominado “Xógum do Harlem”, que precisa derrotar Leroy para se tornar supremo entre os lutadores. Para piorar as coisas, Leroy se apaixona por Laura Charles, uma musa da música que apresenta um programa na TV, que é seqüestrada por Eddie Arcade, um empresário sem escrúpulos do mundo dos videogames.

Com uma trilha sonora de muita qualidade e todo um clima leve, o filme presta uma homenagem à Bruce Lee, usando de várias frases famosas dele, e também de trechos de seus filmes; além é claro, de o fato de Bruce Leroy ter em Bruce Lee um modelo de pessoa e de lutador, esforçando-se para ser cada vez mais parecido com ele. Enquanto que, do outro lado, Sho’Nuff é o esteriótipo de vilão sem escrúpulos, capaz de quebrar a pizzaria dos pais do herói só para intimidá-lo, ou até mesmo de bater numa criança. Tudo isso em cima de um subtexto do “garoto que reluta em virar homem”. Inclusive, é notável o tesão reprimido do garoto Bruce Leroy em relação à sexy Laura Charles.

Quem espera lutas extremamente realistas e fartamente coreografadas, vai se decepcionar. Não que elas sejam ruins, mas são um arroz-com-feijão básico, já que o único que realmente sabia lutar ali era Taimak. Porém, isso de longe compromete o filme. Muito pelo contrário, ver coisas mais “sérias” num filme desses seria dar um tiro no próprio pé. Fiquem aí com algumas cenas.


Sho’Nuff vai ao cinema


Laura Charles mostra a Bruce Leroy um clip com as melhores cenas de Bruce Lee


A luta final entre Bruce Leroy e Sho’Nuff

Anúncios

2 Responses to O Último Dragão

  1. Alanie disse:

    Só digo UMA coisa:

    ‘Nigga, pleaaase…’

  2. julio cesar disse:

    com certeza um dos melhores filmes que eu já ví,e todas vez que revejo me sinto como se voltasse no tempo,é muito legal!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: