O simpático Bone de Jeff Smith

outubro 31, 2008

Discuta este post também no fórum OmegaGeek

Há tempos eu queria escrever um post sobre Bone, mas sempre fiquei meio receoso, por não ter lido a série como deveria, o que é um erro de minha parte, pois o branquinho é um personagem cativante. Mas, como hoje em dia conhecer quem sabe é muito mais importante do que saber fazer (um viva para o networking), eu acabei pedindo a um amigo lá do fórum Omegageek, que conhece melhor a história de Bone do que eu, pra que ele escrevesse o post de hoje. E não é que ele aceitou o desafio? Pois é, as próximas linhas, foram escritas pelo Flavio Fujita (o Flake lá do fórum) e espero que vocês curtam o texto dele.

————————————

Em 1991, Jeff Smith começava um projeto arriscado: escrever, desenhar e publicar, de forma independente, uma HQ em preto e branco, misturando humor leve e fantasia épica, chamada Bone. O próprio autor assim define o trabalho: “O Senhor dos Anéis encontra Pernalonga. Imagine o Pernalonga sapecando um grande beijo molhado na boca de Aragorn e você terá a idéia básica.”
Continue lendo »


Cadê o post de games?

outubro 30, 2008

Infelizmente essa semana não foi possível preparar um artigo dedicado aos games. Nesse meio tempo, recomendo a leitura dos bons artigos das outras semanas que você talvez não tenha lido, clicando na categoria games.

Até a próxima semana e bom jogo!


Produtos tecnológicos que atrapalham nossa vida

outubro 29, 2008

Discuta este post também no fórum OmegaGeek

Quantos de vocês já olharam para um novo aparato desenvolvido para “facilitar” sua vida e se perguntou: “Quem foi o corno que inventou isso? Aposto que esse desgraçado não tinha mãe!”. O mundo está cheio de professores Pardais e japoneses como o Data de Goonies. Geringonças que não servem para nada são inventadas a cada momento e a maioria cai no esquecimento. No entanto, houve, e ainda há, algumas delas que insistem em perturbar a nossa paz. São dessas invenções tecnológicas, que deram certo e ficaram populares, apesar da sua inutilidade, que iremos falar hoje.

A seguir, vamos apresentar aquelas que consideramos a lista de Top 5 “Produtos tecnológicos que atrapalham nossa vida”. Aqui não vale nada desconhecido. Tem que ter dado certo, ainda que ninguém entenda como.

5º – Tamagotchis

O fim da era dos Tamagotchis é a prova viva que Deus existe e ainda cuida de nós. Aquele brinquedo do capeta era a união tudo de ruim que há em ter um bicho de estimação. Graças ao tamagotchi você era obrigado a acordar sábado as 6 da manhã para limpar o cocô do bicho e novamente as 8 para alimentá-lo. Você não conseguia mais ter 2 horas seguidas de descanso na vida. Quem inventou isso era um idiota, quem conseguiu vendê-lo, um gênio!
Continue lendo »


Domínio Público

outubro 28, 2008

Discuta esse post no Fórum Omega Geek

Saia da internet e vá ler um livro.

É isso mesmo, ao invés de falar de alguma obra ou autor, esta semana minha mensagem é: saia da internet e vá ler um livro. Muitas vezes a gente acaba perdendo tempo “fazendo nada” no computador, e acaba não se dedicando a alguma leitura. Ou vá lá, se não conseguir, ou não puder, sair do PC, leia algo pela internet.

Não estou falando de pirataria, falo de livros de domínio público, que podem, por exemplo, ser baixados em arquivos .pdf neste site:

http://www.dominiopublico.gov.br
Continue lendo »


Porky’s: A Casa do Amor e do Riso

outubro 27, 2008

Discuta esse post no Fórum Omega Geek.

Qual garoto, no auge dos seus 16 ou 17 anos, não tinha os hormônios em ebulição? Qual nunca passou por situações constrangedoras por isso? E qual nunca pensou em ir num puteiro pra perder a tão indesejada virgindade? Pois esse é justamente o plot de Porky’s (Porky’s, 1982), um filme que é justamente sobre isso: garotos tentando perder a virgindade. E isso rende cenas altamente constrangedoras e, conseqüentemente, engraçadas.


Continue lendo »


[Semana OMG #3] Mais um Seqüestro

outubro 26, 2008

Discuta essa postagem no Fórum Omega Geek!

No domingo passado, quando estava colocando no ar o post sobre a eleição americana, pensei que tinha errado o assunto. Com o fatídico final do seqüestro de Eloá, achei que seria uma hora interessante para colocar os fatos e dizer minha opinião a respeito disso tudo. Mas eu não tinha a mínima idéia de como as coisas iam se desenrolar tanto depois do seqüestro ser desfeito.

Crimes passionais sempre começam com um motivo nobre. Um sentimentalismo mais forte impulsiona alguém a fazer alguma loucura para tentar recuperar a pessoa amada. Infelizmente, nem sempre isso é feito de uma maneira sadia e em alguns casos mais extremos, os resultados são desastrosos. No caso de Lindemberg (nome bonito, huh?), ele já estava tentando reconquistar Eloá, mas acabou tentando um acesso de ciúmes durante um simples trabalho de colégio. Mas não quero ficar discutindo os motivos e razões que o motivaram. Numa hora dessas, a consciência do rapaz já deve ter mostrado para ele o que foi que ele fez de verdade.
Continue lendo »


O Rock e seus “Salvadores”

outubro 25, 2008

Discuta este artigo no Fórum Omega Geek

Quantas vezes ao se defrontar com uma banda nova que está fazendo sucesso você não foi surpreendido com a notícia um tanto quanto estranha de que ela é responsável por salvar o estilo a que pertence, trazendo de volta raízes há muito tempo perdidas? Vários nomes já carregaram essa grande responsabilidade sobre suas costas. De cabeça é possível citar nomes como Strokes, Arctic Monkeys, Franz Ferdinand e White Stripes, só para mencionar alguns exemplos que ainda se mantém em evidência no cenário musical.

Chuck Berry, na ativa aos 82 anos de idade

Chuck Berry, na ativa aos 82 anos de idade

O estranho é que apesar de a cada ano surgirem novos donos do posto de “Salvadores do Rock”, não me recordo em nenhum momento do estilo ter morrido. Alguns fãs mais saudosistas poderiam dizer que o rock morreu há tempos, com o fim dos Beatles, o encerramento das atividades do Led Zeppelin ou a morte de Elvis, e que ninguém mais vai se igualar em inovação perante estes marcos na história do estilo. Mas devo discordar disso, já que o rock continuou vivo, seja através de suas vertentes mais pesadas como o Hard Rock ou o Heavy Metal, e mesmo grandes nomes do rock clássico continuam por aí, mesmo que sem o mesmo gás do início da carreira, como mostra Chuck Berry, no alto de seus 82 anos de idade.

Continue lendo »