Estônia: pequeno e velho, mas moderno

Discuta essa postagem no Fórum Omega Geek, clicando aqui

Quando falamos Estônia, muita gente nem sabe o que é. A palavra remete a algum lugar, mas para pessoas mais desinformadas é difícil dizer se é uma cidade ou país. Os mais informados geralmente sabem que é um país europeu, que pertenceu à União Soviética, e hoje faz parte da União Européia.

Mas convenhamos, pra que saber mais sobre um país lá nas cucuias, com uma população total que se equipara a de grandes cidades brasileiras como Campinas ou Guarulhos?
Pra falar de tecnologia, oras! Já que estou na Estônia, e já que o assunto é tecnologia, nada melhor que juntar as duas coisas, porque um bom motivo pra falar mais sobre este país é que aqui é um dos países mais informatizados do mundo.
Por aqui é muito comum ver computadores equipados com leitores de cartão, pois o ID Card estoniano (algo como um RG), além de servir para identificação, contém várias informações e utilidades. Além de servir como assinatura digital, você pode habilitar seu ID para autenticação no seu internet banking e até mesmo “carregá-lo” com tickets de transporte público. Lembra-se dos cartões de estudantes da ISIC? Por aqui também servem como cartão bancário.

ID Card estoniano

ID Card estoniano



É na internet onde tudo acontece: marcar uma reunião com seu chefe, marcar uma visita junto a imobiliária a um apartamento que você pensa em alugar, agendar uma consulta médica e até mesmo votar. Isso mesmo, a Estônia é único país do mundo a oferecer a possibilidade aos eleitores de votar pela internet, utilizando seus ID Cards como meio de autenticação.
O celular também pode ser utilizado como ticket de transporte e desde que cheguei aqui nunca vi alguém que tenha um telefone fixo em casa. Os custos de ligações para aparelhos móveis são irrisórios se comparados aos precos em países como o Brasil. Ponto para a geografia: por ser pequeno é muito menos custoso implantar novas tecnologias.

Em proporções obviamente menores, a Estônia pode ainda ser comparada com o Brasil como exportador de serviços em tecnologia: a corrida pelo desenvolvimento após o fim da URSS contribui para o país oferecer mão de obra mais barata e exportar esse tipo de serviço para vizinhos mais ricos como Finlândia, Suécia, Dinamarca e Alemanha. Neste ritmo o país mostra um interessante contraste entre o velho e o novo: prédios modernos próximos a torres medievais da histórica Cidade Velha encravada no coração da capital Tallinn.

Tallinn

Tallinn

E toda essa onda tecnológica é heranca da própria mãe Rússia, que investiu em tecnologia por anos a fio na região, deixando ao menos um legado bom em meio a tantas histórias tristes de guerra.

2 respostas para Estônia: pequeno e velho, mas moderno

  1. Larissa disse:

    E o Brasil achando que tem o sistema de eleição mais moderno do mundo. Hehehe

  2. feanari disse:

    Quando MESMO que eu posso me hospedar na sua casa?
    *_*

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: