George Orwell

Discuta essa postagem no Fórum Omega Geek, clicando aqui

Você muito provavelmente nunca ouviu falar de Eric Arthur Blair, um inglês nascido na Índia em 1903. Já deve ter ouvido falar de George Orwell romancista e jornalista britânico. Mas você COM CERTEZA já ouviu o termo “Big Brother”, ou a frase “Todos são iguais, mas alguns são mais iguais do que os outros”.

George Orwell era na verdade um pseudônimo, utilizado por Blair, com o qual levou esses dois termos, e muitos outros, ao conhecimento popular. Mais conhecido pelos livros “1984” e “Revolução dos Bichos”, Orwell sempre deixou muito clara sua consciência das injustiças sociais, e desprezo pela autoridade. Embora atualmente a face de escritor de ficção seja a mais famosa, o trabalho mais vasto e conhecido em vida era o de jornalista, colunista e ensaísta. Chegou inclusive a escrever livros de reportagem, basicamente falando sobre períodos de pobreza e vida pessoas pobres da época.


Mesmo tendo nascido em uma família com dinheiro, Orwell chegou a ser operário de fábrica e professor, após renunciar sua origem. Também esteve na Guerra Civil Espanhola, ao lado de um grupo anarquista-socialista. Apesar de suas tendências socialistas, ele não concordava com o regime soviético. Então, além de socialista, George era anti-stalinista. E isso se refletia em suas criações.

“Revolução dos Bichos” é um dos livros mais famosos de Orwell. É uma grande alegoria, em tom de sátira, sobre a ascenção e desenvolvimento do socialismo na União Soviética. Aqui temos a União Soviética representada como uma fazenda, onde de repente, os animais passam a mandar. Cada um dos animais da fazenda, e dos personagens em geral, representa uma figura importante, ou uma classe da população soviética. É possível observar como o porco Napoleão (uma versão suína de Stálin) é o grande responsável pela destruição do “sonho” da sociedade animal, pervertendo os ideiais originais de igualdade. Ainda hoje em dia, as pessoas encontram novas analogias entre o livro e a realidade, especialmente tratando-se de governos corruptos ou não-democráticos.

Outro livro, que pode ser considerado o grande sucesso da carreira do autor, é “1984”. Uma história distópica, deprimente, com um sistema de governo absolutamente tirânico, controlador e invasivo. Nessa história, vemos como o povo é absolutamente dominado por governos controladores (representado aqui pela figura do onisciente ‘Grande Irmão’, ou ‘Big Brother’) e como isso poderia piorar muito no futuro. A própria língua do país era controlada e alterada. É justamente o lado anti-autoritário, descontente com o sistema corrompido do socialismo soviético, do escritor falando alto aí.

George Orwell foi um grande observador da humanidade. E por muito tempo manteve um diário, mantendo suas impressões não apenas sobre o seu dia-a-dia, mas também sobre política, sobre seus dias na Guerra Civil Espanhola e seus pensamentos acerca do comunismo. Esses diários, que já foram publicados em forma de livro, estão sendo atualmente publicados em forma de blog, cada ‘post’ sendo publicado exatamente 70 anos após ter sido escrito.

Os diários podem ser lidos através do Orwell Diaries. George Orwell é um autor polêmico, mas que deve ser lido, por nos apresentar uma visão bastante realista do mundo, e um alerta sobre o controle que pode ser exercido pelo governo em sua população.

Anúncios

5 Responses to George Orwell

  1. Fingolfin disse:

    Revolução dos Bichos é uma obra-prima. É um daqueles livros q o único defeito foi ter sido escrito há muito tempo e por isso não ter podido completar a história até o fim do comunismo russo. Mas obviamente ele se encaixa muito melhor no contexto da época doq se fosse escrito hoje. É ainda meu livro favorito.

  2. Larissa disse:

    Um dos meus escritores favoritos! 😀
    Putz, em 1984 você quase consegue sentir o medo do cara, quando o torturam. Fantástico!

    E ótimo post, DR!

  3. nanigga disse:

    Eu ainda não li A revolução dos bichos.
    Tá na minha lista.

  4. Lukaz disse:

    Orwell é foda demais. Revolução dos Bichos eu li durante a faculdade e fiquei completamente entorpecido pela coisa. É por culpa do livro que eu gosto tanto de Animals, do Pink Floyd.

    1984 eu não li, mas está na lista de livros futuros que eu vou ler.

  5. […] e não é um completo alienado, provavelmente conhece George Orwell (inclusive o Pedro já fez um post dedicado a ele), e também sabe que ele foi um dos maiores críticos do Totalitarismo travestido de Socialismo, […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: