Battle Web 2.0: AJAX

agosto 20, 2008

Discuta essa postagem no Fórum Omega Geek, clicando aqui.

Na semana passada eu falei um pouquinho sobre Web 2.0, os conceitos e idéias deste novo paradigma de criação de conteúdo na web. Hoje vou me aprofundar um pouco mais no lado técnico do negócio e explicar um pouquinho sobre a sigla que, de todas as outras relacionadas ao assunto, foi a que mais ganhou destaque com a onda da Web 2.0: AJAX.

Além de limpar panelas, o AJAX também é uma nova maneira de troca de informações entre seu browser e um servidor de algum website. Na verdade o método pelo qual os dados são trocados continua sendo o bom e velho HTTP (protocolo de redes de computadores para troca de dados pela internet), o AJAX não passa de uma camada acima disso, e uma camada bem conhecida por programadores old-school.

O fato é que assim como o termo Web 2.0, o termo AJAX só existe pra dar nome a uma nova mentalidade para uso de coisas que já existiam: AJAX significa Asynchronous Javascript And XML (Javascript e XML assíncrono) e é exatamente isto, Javascript trocando XML de maneira assíncrona. Daí todos os programadores que sabem Javascript (são MUITOS) e conhecem XML (ainda são MUITOS) se perguntam: se é só isso, o que faz meu código ser AJAX ou não? A palavra mágica aí é Asynchronous, e é exatamente ela que faz toda a diferenca na hora do cliente do website usar o serviço que tal site presta.

Pra quem não entendeu nada até aqui, uma breve explicação: Javascript é uma linguagem para programar instruções interpretadas por um browser da internet, como o Firefox ou o Internet Explorer. Estas instruções servem para manipular o código HTML que “monta” o site, que é estático. XML é um formato de arquivo para definição e armazenamento de dados.

Continue lendo »