Persépolis – Vivendo sob o peso do véu

Discuta esta postagem no Fórum Omega Geek, clicando aqui

O que você sabe sobre o Irã? Ou melhor, o que você sabe sobre o Irã além da guerra contra o Iraque? Pois é, muita gente não sabe muita coisa sobre a história ou a cultura do país. Sabemos apenas que é um país fundamentalista, que tem regras rígidas de comportamento, principalmente no que se refere às mulheres iranianas.

E o que você sabe sobre livros-reportagem? Pra quem não sabe, livro-reportagem é um gênero jornalístico no qual é narrada uma reportagem extensa, cujos meios de comunicação tradicionais – jornais, revistas, etc – não fornecem o suporte mais adequado para sua veiculação. Dentro desse gênero destacam-se atualmente os quadrinhos auto-biográficos. Um exemplo desse tipo de obra são os quadrinhos de Art Spiegelman, principalmente a chocante e, na mesma proporção, brilhante obra Maus, que retrata a Segunda Guerra Mundial.

Pois bem, pra quem quiser saber um pouco mais sobre o Irã e ler um ótimo livro-reportagem, eu recomendo a leitura de Persépolis, de Marjani Satrapi, uma iraniana que descreve sua vida desde a infância até a idade adulta, em meio à guerra, repressão e principalmente em meio ao fanatismo religioso que domina o país.



Na primeira parte do livro a pequena Marjani está com 10 anos e vê a revolução Islâmica tomar conta do país e mudar os hábitos e direitos dos iranianos do dia para a noite. Neste momento vemos a perda da fé e inocência de Marjani. Na segunda parte o país está em guerra contra o Iraque e as consequências dos ataques na vida da adolescente acabam culminando com a seu auto-exílio na Áustria.

Nessa parte vemos a transformação de Satrapi e sua falta de referências, como ela mesma diz: “eu era considerada ocidental demais no meu país e vista como uma oriental fundamentalista no ocidente.” Esta parte do livro nos traz uma Marjani perdida, depressiva, desesperançada e ao mesmo tempo deslumbrada com a ‘liberdade’ proporcionada pelo ocidente. A última parte do livro trata do retorno da protagonista a seu país, e tem que lidar com a insegurança, destruição e morte que assombram o Irã.

O livro é extremamente crítico e não poupa o regime xiita das observações afiadas da autora. Marjani foi criada pelos pais com muita liberdade de informação, sobre o ocidente e sobre o mundo que a cerca. Muito mais informação aliás, além do que passa pelas barbas dos governantes do Irã, antes de chegar aos iranianos. A autora conta história do país, explica as guerras, desafia as regras e nos traz uma bela história de uma realidade diferente da qual estamos acostumados a ver.

Persépolis é mais uma daqueles enredos que enobrecem as histórias em quadrinhos e eu não tenho o menor pudor em dizer que é uma das melhores auto-biografias lançadas atualmente. Aliás, os quadrinhos de Marjani fizeram tanto sucesso que foram adaptados para uma animação – com participação da própria autora na produção – que foi indicada em Cannes em 2007.

Publicado inicialmente no Brasil em quatro partes o livro ganhou uma nova edição, com a história completa, publicada pela Cia das Letras em 2007 e pode ser encontrada nas melhores livrarias. Um ótimo presente para quem gosta e pra quem quer entrar no universo dos quadrinhos com o pé direito.

Anúncios

2 Responses to Persépolis – Vivendo sob o peso do véu

  1. s7alker disse:

    Excelente cometário.
    Infelizmente nunca li os livros, mas vi o filme e é daqueles que ficam para vida. Mudou muita coisa na minha maneira de ver o mundo. Todos o deveriam ver, creio eu.

  2. […] publicada no estilo livro-reportagem (quem acompanha o blog vai lembrar que já citamos Maus aqui no post sobre Persépolis) em 1986 e 1991 e republicada em 2005, em edição única. Na história Vladek conta a seu filho […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: