Superman – All Stars

Sabe aqueles momentos em que você sente que está presenciado ao grandioso? Não? Entendo, não é uma coisa que acontece rotineiramente e as vezes grandes momentos passam desapercebidos por um tempo e só são reconhecidos posteriormente. Mas não é o caso de Superman – All Stars.

Aliás, dificilmente uma série com Grant “GREAT” Morrison e Frank “Fucking Talented” Quitely como equipe criadora daria errado. Desde que foi anunciado que a dupla – responsável pela grande virada na série X-men, “E de extinção” – ficaria responsável pelo maior ícone da DC, ou melhor, maior ícone dos quadrinhos, os fãs começaram a salivar. Até mesmo eu que nunca fui fã do azulão aguardei ansioso o lançamento da série aqui. E não me decepcionei. Estamos vendo a criação de uma obra prima. E a Editora Panini deve receber crédito pelo respeito e fidelidade da publicação no Brasil, a qual, graças aos atrasos da edição americana, tem sido publicada quase que simultaneamente aqui.

Em Superman – All Stars, Morrison recebeu carta branca pra fazer o que quisesse com o Superman e o escritor foi lá e fez. Destacou fatos e pontos característicos da personalidade de Clark Kent e a trupe de coadjuvantes da série, remodelou algumas situações e entregou uma série brilhante, nova e interessante do homem de aço.

Diálogos inteligentes, como os de Luthor na prisão, discussões sobre a interferência do divino na vida humana – pois Morrison eleva o super-herói à categoria de mito que o Superman sempre mereceu – a relação do herói com Lois Lane, cada um dos aspectos que compõe o Superman são apresentados por Morrison com tanta destreza e simplicidade que chega a embasbacar.

Na decorrer da história Superman: enfrenta super-vilões, kryptonianos, um planeta de Bizarros e, claro, seu arqui-inimigo Lex Luthor; Constrói universos, armas e descobre curas para doenças; Dá super poderes a Lois Lane, luta com Jimmy Olsen, numa versão super poderosa do perigoso Apocalypse (e nesse caso específico Olsen está tentando salvar o Superman); E mais importante que tudo isso, o herói descobre o que é ser mortal e a partir daí, sua importância para o mundo.Tudo isso delineado pelos desenhos brilhantes de Frank Quitely.

Prévia da capa da última edição.

Prévia da capa da última edição.

Superman – All Stars está fazendo história nos quadrinhos, e tenho certeza de que será uma série lembrada daqui pra frente. A série em 12 edições já está no número dez aqui e mesmo com a perspectiva de uma futura e – certa – encadernação, estou comprando todos os exemplares, pois existem momentos que devem ser vivenciados no instante em que ocorrem. Superman – All Stars é um deles.

Acompanhe também o tópico sobre Superman – All Stars no nosso fórum, o OMG.

Anúncios

4 Responses to Superman – All Stars

  1. shazan disse:

    Não quero ser chato, mas faltaram exemplos de tamanha maestria. Cito isso porque estou lendo agora o especial de 70 anos do superman e dá pra dizer que tem histórias e escritores muito fodas que já fizeram histórias pro Super Man. Entendo que você é fã de X-men e tal e que gosta do roteirista, mas… enfim… tentarei ler e ver se é tudo isso hein. Se não for já sei a quem culpar.

  2. nanigga disse:

    Ah desculpa Shazan mas eu não quis fazer uso de spoilers no texto. mas te garanto uma coisa, são histórias do Superman sendo feitas de uma maneira nunca feita antes. É sério! Apesar de não acompanhar toda a história do Azulão conheço bem a mitologia em torno do Superman. Vale muito a pena ler o All Stars dele.

  3. Lukaz disse:

    Se essa dupla fizer metade do que fez em X-Men, já vale o dinheiro gasto.

  4. Luiz Perdido disse:

    Uma coisa bacana é que o Super não parece o boneco da Michelin aí.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: