Videogame ajuda pacientes em fisioterapia

O método, novo no Brasil, está animando os fisioterapeutas, pois têm conseguido bons resultados no tratamento dos pacientes. Instalado em abril em uma clínica de Curitiba, o videogame capta os movimentos e a intensidade com que são feitos, com a ajuda de um controle que fica nas mãos do próprio paciente.

“Além de aumentar a auto-estima da gente, dá vontade de voltar de novo!”, diz a professora Maria Isoleti, que usa o videogame para tratar o problema de labirintite. A paciente passa seções jogando tênis e golfe. Geralmente o tratamento de fisioterapia é demorado e cansativo, por isso muitos dos pacientes da clínica preferem fazer os exercícios usando o videogame.

Como se sentem a vontade para brincar com o videogame, não é preciso exigir muita dedicação dos pacientes, pois, movidos pelo espírito competitivo, fazem questão de fazer os exercícios orientados jogando na frente da TV. A freira Maria Tereza, também em tratamento de labirintite, passa sessões sobre uma plataforma, andando sobre uma corda bamba dentro do jogo, tarefa que seria impossível para ela na vida real.

O videogame, além de proporcionar maior conforto no tratamento, também aumenta a interatividade no tratamento. O aposentado Alfeu Mallmann, faz questão de escolher no videogame um personagem parecido com ele, para jogar desde golfe até boxe. Os jogos auxiliam na recuperação de uma cirurgia que o aposentado fez no ombro direito.

“Todos os pacientes que estão utilizando o videogame no tratamento estão apresentado melhora.”, afirma o médico Denis Graciotto. Mas ele lembra que as terapias tradicionais não estão descartadas. O paciente realiza a terapia convencional normalmente e só depois começa a utilizar o videogame, como terapia complementar.

Este tipo de tratamento já é utilizado nos Estados Unidos desde 2005 e tem apresentado ótimos resultados na cura de pacientes que passaram por cirurgias, lesões graves ou ferimentos de luta. Também tem sido muito utilizado no meio esportivo para recuperação de atletas e jogadores de futebol. É mais uma iniciativa mostrando o poder dos videogames e como podem servir de ferramenta em tratamentos médicos.

4 respostas para Videogame ajuda pacientes em fisioterapia

  1. Breno disse:

    Cara muito legal. Já tinha ouvido falar de tratamentos parecidos na Europa, mas achei que levaria séculos para eles chegaram aqui. Coisas desse tipo só provam que os games não são um mal a se evitar. Uma vitória para a industria e para os pacientes,

  2. Shazan disse:

    Isso é bem legal! Nos EUA tem até um programa de TV que mostrou um campeonato de boliche entre ASILOS sendo que estamos falando do boliche do Wii, claro! =]

    Bem legal o papel do video game atualmente.

  3. Lukaz disse:

    Ótima notícia. Quanto mais “popular” o video game se tornar, melhor. Vai tirar o estigma de “coisa de criança” ou “não serve pra nada”.

    E esse crédito temos que dar pra Nintendo.

  4. hack facebook disse:

    Hi there, You have done an incredible job. I’ll certainly
    digg it and personally suggest to my friends. I’m sure they’ll
    be benefited from this web site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: